POLÍTICA EXTERNA

A política externa, da competência do Governo Federal dos EAU, deriva de um conjunto de princípios orientadores, entre os quais a profunda convicção da necessidade de justiça nas relações internacionais entre os estados, nomeadamente a necessidade de respeitar o princípio de não ingerência nos assuntos internos de outros estados e o empenhamento na resolução, sempre que possível pacífica de disputas, com o apoio de instituições internacionais, tais como as Nações Unidas.

O auxílio para o desenvolvimento e para vítimas de calamidades constitui também uma parte importante da política externa dos EAU. Este auxílio é administrado através de organizações tais como o Fundo de Abu Dhabi para o Desenvolvimento, a Fundação Zayed e a Sociedade do Crescente Vermelho.